SC está em 4 semifinais dos Jogos Escolares da Juventude

0
233
Vôlei da Escola Estadual Anísio de Freitas, de Santo Amaro da Imperatriz, está classificado (Foto: Antonio Prado)

A sexta-feira, 28, da etapa 3 dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), em Joinville,  foi positiva para Santa Catarina, pois serviu para encaminhar as escolas do estado rumo às semifinais.

Na faixa etária 12 a 14 anos o estado está nas semifinais masculina do basquete do Colégio São José, de Itajaí; no handebol da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages; na faixa etária 15 a 17 anos, no masculino do handebol do Colégio Industrial, de Lages, e no voleibol da Escola Estadual Anísio de Freitas, de Santo Amaro da Imperatriz.

Todos os semifinalistas jogam às 14 horas deste sábado.

O handebol feminino 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos, com duas derrotas estão desclassificados.

A etapa 3 dos JEJs, que iniciou dia quinta-feira, dia 27,  prossegue até domingo e as duas primeiras escolas classificadas em cada modalidade garantem vaga para a etapa nacional da competição que será no período de 12 a 25 de novembro em Natal.

Um total de 70 atletas fazem parte da deleção de Santa Catarina, que é gerenciada pela Fesporte.

Confira como foi a participação catarinense na competição nesta sexta-feira

Pela manhã o basquete masculino 12 a 14 anos, do Colégio São José, de Itajaí, estreou na competição atropelando o Colégio Estadual Costa e Silva, de Goiás, com o placar de 81 a 26. À tarde os meninos entraram em quadra novamente e garantiram classificação à semifinal ao derrotarem a Escola de Educação Cativante, Mato Grosso do Sul, por  49 a 27 com o catarinense  Lucas sendo cestinha com 15 pontos.

Já na faixa etária 15 a 17 anos os meninos do basquete masculino do  Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, erraram tudo que tinham direito e perderam o primeiro jogo  por 40 a 38 nos minutos finais para o Colégio Cristo Rei, do Paraná. À tarde entraram em quadra novamente  e venceram o Colégio Jesus Cristo Rei, do Espírito Santo por 45 a 34. Agora, com uma vitória e uma derrota, precisam  vencer o Colégio Elite, de Mato Grosso, neste sábado e de uma combinação de resultados para garantirem classificação à semifinal.

O voleibol masculino 15 a 17 anos, da Escola Estadual Anísio de Freitas,  Santo Amaro da Imperatriz, fez bonito contra a Escola Estadual Elias Salomão, de Minas Gerais, vencendo a partida de estreia por 2 a 0 com parciais de 25/18 e 25/19.

Em rodada dobrada os Santo-Amarense entraram novamente em quadra à tarde e venceram mais uma: 2 a 0 (com parciais de 28/26 e 27/25) diante Colégio de Aplicação Alfredo Nasser, de Goiás. Estão classificados à semifinal devendo pegar  nesta fase, neste sábado, o Colégio Sinodal (RS) ou Sistema Elite de Ensino (RJ).

O Handebol masculino 12 a 14 anos, da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perdeu o primeiro jogo por 32 a 29 para os estudantes do Colégio Estadual  Antônio da Silva, do Rio de Janeiro. À tarde venceu  por 24 a 19 o Colégio Farroupilha, do Rio Grande do Sul.

O handebol feminino 12 a 14 anos, da Escola Municipal Santa Helena, de Lages, perdeu a segunda partida na competição e está fora da etapa nacional dos JEJs. Nesta sexta perdeu para a Escola Estadual Santo Antonio, de Minas Gerais, por 23 a 20 (MG). Neste sábado as lageanas jogam com o Centro Educacional Humberto Campos, do Paraná, apenas para cumprir tabela.

Handebol feminino fora

Quem também está fora da classificação é handebol feminino 15 a 17 anos, da Escola Estadual Bom Pastor , de Chapecó. Tiveram, nesta sexta a segunda derrota na competição. Desta vez para o Colégio Santa Maria, do Paraná, por 20 a 12. Jogam neste sábado com Centro Educacional Suzano Costa, do Rio de Janeiro, só para cumprir tabela.

Quem fez bonito foi o handebol masculino 15 a 17 anos do Colégio Industrial, de Lages, que venceu por 27 a 17 a equipe da Escola Estadual Odete Ignez Resstel, de Mato Grosso do Sul. Com moral elevada os garotos entraram novamente em quadra a tarde, em rodada dobrada e venceram novamente. A vitória veio diante do Colégio Nacional, de Minas Gerais: 27 a 25.

Texto: Antonio Prado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here