Escolas lageanas, de projeto social, classificadas para Natal

0
77
Colégio Industrial, de Lages se classificou à final é pega os mineiros (Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

As duas equipes masculinas de handebol de Lages venceram seus confrontos das semifinais dos Jogos Escolares da Juventude, em Joinville, e conquistaram na tarde deste sábado, dia 29, classificação para etapa nacional que acontece de 12 a 25 de novembro, em Natal (RN). As duas partidas aconteceram no mesmo horário, nas duas quadras com piso de última geração montadas lado a lado pelo Comitê Olímpico do Brasil no ginásio Edmundo Doubrawa.

Na categoria mirim – 12 a 14 anos –, a Escola Rubens de Arruda Ramos derrotou a Escola Estadual Maria Ribeiro Carneiro, de Rio Verde (GO), por 27 x 21, com 12 gols do habilidoso ponta esquerda Gustavo Nascimento Rosa. Já na categoria juvenil – 15 a 17 anos –, o Colégio Industrial venceu o Colégio Estadual Antônio da Silva, de Nova Iguaçu (RJ), por 23 x 19. Os dois colégios de Lages (SC) fazem parte de um trabalho social desenvolvido pelo professor de educação física Marlon Beretta, um entusiasta do esporte.

“Eu e um grupo de amigos que amam handebol montamos uma associação há nove anos que começou pequena, mas hoje já atende 11 escolas, todas públicas, de Lages. São 800 crianças a partir dos sete anos que jogam handebol de graça e já estamos colhendo os frutos desse investimento. A equipe juvenil conquistou o tricampeonato estadual, na verdade o quarto consecutivo, uma vez que eles já haviam garantido o título no mirim, em 2015, quando estreamos nos Jogos Escolares da Juventude, em Fortaleza. E agora a nova geração do projeto se sagrou campeã estadual e regional”, disse Marlon, logo após a partida.

Além de atletas, a associação também contribui para capacitar pessoas interessadas no esporte. Bom exemplo disso é o professor de educação física Schalom Santos, de 24 anos, técnico da equipe juvenil. “A associação bancou a sua formação. Ele fez parte da nossa primeira equipe e hoje é técnico e jogador do nosso time adulto”, contou Marlon.

As duas equipes de Lages contam com dois irmãos, filhos de Daniela Stache, que vibrou com a classificação de ambos para a etapa nacional. O mais velho, Victor Perín, de 17 anos, foi o artilheiro do confronto contra os cariocas com sete gols. Já o caçula, Vinícius Stache, de 13, anotou três gols na vitória sobre a equipe goiana. Além de irmãos, os dois são canhotos, jogam na ponta direita e viajarão juntos para disputar a etapa nacional dos Jogos escolares da Juventude, que reúne pela primeira vez atletas das duas categorias de idade.

“A felicidade que estou sentindo é muito grande. Meu sonho era disputar uma edição dos Jogos Escolares com o meu irmão. Estou muito feliz por ele”, disse Victor, fã do ponta esquerda Uwe Gensheimer, da seleção alemã, e do ponta direita dinamarquês Lasse Svan Hansen. Além de Victor, o goleiro Lucas Oneda, o central Jackson Rivarola, com três gols, e o armador Tiago Ferreira, com cinco, se destacaram na partida.

Mãe de Victor e Vinícius, Daniela Stache afirmou que a associação de atletas de escolas de Lages é bem simples, sem muitos recursos. “A gente corre atrás de ônibus para levar os jogadores para competir, da prefeitura para ajudar nos custos. Os pais se juntam para fretar van, a gente faz o que pode. As pessoas são muito simples. Ninguém tem uma boa condição financeira. Unidos somos mais fortes”, contou Daniela.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e parceria do Governo do Estado de Santa Catarina.

Fonte: Site Comitê OlÍmpico do Brasil (COB)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here