SC fecha etapa 3 dos Jogos Escolares com 4 vagas à etapa nacional

0
759
Meninos do basquete do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, foram campeões (Foto: Antonio Prado)

Uma participação bastante positiva. Esta foi a avaliação da chefe da delegação de
Santa Catarina, Josélia Teixeira, para a escolas catarinenses que participaram da etapa 3 dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), 12 a 14 e 15 a 17 anos, que finalizou neste domingo, dia 30, em Joinville. Das sete escolas participantes, quatro conseguiram classificação para a etapa nacional dos JEJs que será de 12 a 25 de novembro, em Natal, Rio Grande do Norte.

O grande destaque da delegação catarinense foi o basquetebol do Instituto Estadual de Educação (IEE), que foi campeão na faixa etária 15 a 17 anos. O time caiu em chave única em que todos jogaram entre si e com uma derrota na estreia precisava de uma vitória em seu último jogo, neste domingo, diante da Escola Estadual Costa Silva, de Goiás, e torcer pelo tropeço dos adversários.

Vitória no último jogo

A primeira parte foi cumprida com os meninos do Instituto vencendo os goianos por 80 a 49. Depois os adversários diretos tropeçaram e no número de pontos pró os catarinenses ficaram em primeiro lugar conquistando a medalha de ouro.

Pelo regulamento da competição os finalistas já estavam garantidos na etapa nacional dos JEJs e quando começou o domingo três modalidades estavam na final: o handebol masculino 12 a 14 anos e também do 15 a 17 anos, e ainda o basquete masculino 12 a 14 anos. A rodada não foi positiva para os catarinenses que perderam as três finais, mas saíram felizes de quadra por garantirem classificação para Natal.

Medalha de prata por um ponto

No handebol masculino, 12 a 14 anos, os alunos da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perderam a final por um ponto: 25 a 24 para o Colégio Padrão, de Minas Gerais.

Já no handebol masculino, 15 a 17 anos, os meninos do Colégio Industrial, também de Lages, tiveram uma final mais difícil: perderam de 26 a 21 para o Colégio Nacional, de Minas Gerais.

O até então invicto basquete masculino, 12 a 14 anos, do Colégio São José, de Itajaí, ficou com a medalha de prata ao perder a final por 41 a 32 para o Colégio Batista Mineiro, de Minas Gerais.

Para cumprir tabela

Ainda no domingo o handebol, 15 a 17 anos, das meninas da Escola Bom Pastor, de Chapecó, entrou em quadra precisando vencer e torcer por uma combinação de resultados na chave única para conseguir classificação. Perdeu o jogo por 19 a 16 para o Centro Educacional Suzano Costa, do Rio de Janeiro, e com três derrotas e uma vitória terminou em quarto lugar na competição.

As meninas do handebol, 12 a 14 anos, da Escola Municipal Santa Helena, de Lages, entraram em quadra já eliminadas com quatro derrotas e perderam mais uma. Desta vez para o Colégio Santa Maria, do Rio Grande do Sul por 19 a 12.

A etapa 3 dos JEJs, que começou dia 27, em Joinville, promovida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), teve a participação de mais de mil atletas dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minais Gerais, Espírito Santo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

A delegação de Santa Catarina, em Joinville, foi formada por 80 pessoas, entre atletas, técnicos e dirigentes gerenciada pelo Governo do Estado, por meio da Fesporte.

SC na etapa nacional

Para a etapa nacional as escolas de Santa Catarina já estão classificadas, nas duas faixas de etárias, no atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, vôlei de praia, tênis de mesa e xadrez.

Nas modalidades coletivas, 12 a 14 e 15 a 17 anos, antes da etapa de Joinville ,os catarinenses já estavam classificados para Natal com o masculino e feminino do futsal e voleibol e o basquete feminino.

Readequação dos Jogos Escolares

Neste ano, os Jogos Escolares da Juventude passaram por readequação. A etapa nacional da competição acontecerá em apenas uma cidade ao contrário dos anos anteriores que ocorria em cidades e períodos específicos para 12 a 14 anos e 15 a 17 anos.

Também foram instituídas as etapas classificatórias para as modalidades coletivas – basquete, handebol, futsal e voleibol para os estados que não conseguiram classificação entre os dois primeiros colocados na etapa nacional em 2017. Visando diminuir custos (30% em relação a 2017), o COB dividiu a competição, com a participação de todos os estados brasileiros, em três regionais: etapa 1, com sede em Natal; etapa 2, Manaus (todas já realizadas), e etapa 3 com sede em Joinville.

Texto Antonio Prado

48 – 9 9696-3045

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here