Dia reservado para classificação funcional

0
463
Classificadores em atividade com atleta de bocha paralímpica (Foto: Hron Queiroz)
Por Pedro Bortoloti Junior

 

     Manhã e tarde desta quarta-feira (10) foram reservadas para a classificação funcional dos atletas da 14ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos (Parajasc), que ocorrem em Jaraguá do Sul até o dia 14. Pela manhã, profissionais de educação física, fisioterapia e medicina, especializados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, avaliaram os deficientes auditivos, físicos e intelectuais. A classificação funcional, que ocorre até sexta-feira (12), na Arena Jaraguá e no Acaraí, este último local para a modalidade de natação, estabelece competições de forma justa. Existem competições diferentes em uma mesma modalidade e competidores que necessitam de equipamentos para manutenção de igualdade. Essa é a preocupação dos especialistas da avaliação funcional.

     Alex Pereira de Carvalho (26) reside em Jaraguá do Sul. Possui Deficiência Múltipla e frequenta a Apae desde 1996. É atleta da bocha paralímpica e tem uma sequência de conquistas. Os principais resultados do atleta: bicampeão nas Olimpíadas Estaduais das Apaes de Santa Catarina; campeão na segunda etapa do Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica, em  2013; campeão da categoria especial do Prêmio Instituto Guga Kurten, também em 2013; campeão, em 2015, da Olimpíada Nacional das Apaes, em Campo Grande (MS). Neste ano, foi campeão da primeira etapa do Circuito Catarinense de Bocha Paralímpica, em  Florianópolis. Em dezembro, representará Santa Catarina na Olimpíada Nacional das Apaes, em Canoas (RS).

     Vinícius da Silva Quadros tem 22 anos e reside em Jaraguá do Sul. Possui deficiência intelectual leve e frequenta a Apae desde 2010. É um dos atletas do Projeto Paradesportivo e um dos nomes do atletismo da cidade. Vinícius é tricampeão nas provas de lançamento de pelota, 100 e 400 metros e tetracampeão no arremesso de peso dos Jogos Escolares Paradesportivos de Pomerode. É campeão dos 100 e 400 metros e lançamento de dardo do 1° Encontro Catarinense de Atletismo Paralímpico, em  Blumenau, em 2014; bicampeão nos 100 metros e campeão nos 400 metros do Parajasc; bicampeão nos 100  e 400 metros das Olímpiadas Estaduais das Apaes, campeão dos 100 metros na Olimpíada Nacional das Apaes, em Campo Grande (MS), em 2015.  Representou Santa Catarina nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, em 2015, foi campeão nos 400 e 100 metros, revezamento 4×100 metros e lançamento de dardo no Regional das Apaes Nordeste, em 2018; campeão de futsal na Olimpíada Estadual das Apaes, em Gaspar, neste ano. Em dezembro, representará Santa Catarina na Olimpíada Nacional das Apaes, em Canoas (RS).

    Luis Henrique Tomaselli tem 42 anos. É casado com Diana Fagundes Tomaselli e tem três filhos. Em setembro de 2004 sofreu um acidente. Em 2015 foi convidado a participar do Parajasc e, no esporte adaptado compete nas modalidades de lançamento de dardo, arremesso de peso e lançamento de disco. Participou dos Parajasc 2015, conquistando segundo lugar no arremesso de peso e lançamento de disco. Em 2016, conquistou o terceiro lugar no lançamento de disco e, em 2017, o segundo lugar no arremesso de peso e lançamento de disco, além do terceiro lugar  no lançamento de dardo. Na fase regional Rio do Sul do Circuito Loterias Caixa ficou em segundo lugar nas três modalidades. No 2º Festival Master de Atletismo de Santa Catarina FCA, conquistou o primeiro lugar no dardo e disco. Na semana passada, participou do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa, conquistando o quinto lugar no lançamento de dardo e no arremesso de peso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here