Vitória olímpica no triatlo dos Jasc

Foto: Alessandro Koizumi

 

Por Murilo Roso

O triatlo movimentou a manhã deste sábado (8) nos 58º Jogos Abertos de Santa Catarina, em Caçador. A prova, disputada no tanque do Tedesco e na rodovia SC 135, foi marcada pelo alto nível técnico, com vitória dos atletas olímpicos Diogo Sclebin (Itajaí) e Pamella Oliveira (Balneário Camboriú). Na disputa por equipes, Itajaí levou a melhor nos dois naipes.

A modalidade reuniu 48 competidores no masculino e 18 no feminino. No triatlo, os atletas cumpriram 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e mais cinco quilômetros de corrida.

Na prova dos homens, a disputa foi acirrada com troca de liderança em vários momentos na natação e ciclismo. Mas na corrida Diogo Sclebin, de 36 anos, abriu vantagem e comemorou o título individual pelo segundo ano consecutivo. O atleta de Itajaí fechou o percurso com o tempo de 55min02s.

“Essa é minha 12ª vez nos Jasc e a 23ª medalha. Já penso em me aposentar daqui dois ou três anos, mas os Jogos Abertos quero disputar por mais dez anos, junto com meus filhos quem sabe”, disse o campeão, que tem duas participações em Olimpíadas no currículo (Londres 2012 e Rio 16) e tem como meta disputar em Tóquio 2020.

Completaram o pódio do triatlo masculino em segundo lugar Bruno Pereira Matheus (56min00s) e em terceiro Guilherme Valenza (56min05s), ambos de Itajaí.

 

Pamella vence no feminino

No feminino, a atleta Pamella Oliveira (Balneário Camboriú) liderou toda a prova e foi a campeã, com o tempo de 1h00min42s), quase cinco minutos a frente da segunda colocada Djenyfer Arnold (São José) e Bruna Saglietti Mahn (Itajaí).

Aos 30 anos, Pamella conseguiu imprimir um ritmo forte do início ao fim do percurso e não deu chances para as adversárias. Ela conquistou sua 2ª medalha em duas participações em Jasc.

Nos bastidores da prova em Caçador, Pamella foi bastante cumprimentada pela conquista do quarto lugar no Mundial de Triatlo, na semana passada na África do Sul. A atleta, que esteve nos jogos olímpicos de Londres 12 e Rio 16, garante que não estará em Tóquio. “Já informei a Confederação que não irei. Vou me dedicar agora a provas longas como o Ironman”, finaliza.

Nas disputas por equipe, Itajaí dominou o triatlo ao ganhar o troféu de ouro. A prata ficou com Balneário Camboriú e o bronze com São José, sendo a mesma colocação tanto no masculino como no feminino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here