Jaraguá, a capital do paradesporto

Por Emerson Gonçalves

     Nos cinco dias que Jaraguá do Sul será a capital catarinense do paradesporto, cerca de 1,8 mil atletas competirão em 11 modalidades distribuídas em 13 espaços esportivos da cidade. A 14ª edição dos Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), iniciada na quarta-feira (10), terá a conclusão no domingo (14). É a segunda vez que os jaraguaenses recebem o evento. A primeira foi em 2007, ano que a cidade também sediou os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc).

     A presidente da Comissão Central Organizadora (CCO) dos Parajasc, Cleide Mosca, projetou anteriormente o desafio de organizar uma competição com esta importância em tão pouco espaço do tempo. “Apesar desta dificuldade, contamos com uma equipe comprometida em fazer este um dos maior e melhor evento esportivo que já foi organizado por Jaraguá do Sul.”

     A edição dos 2018 dos jogos conta com as modalidades esportivas de basquete (DA e DI), handebol (DF), futsal (DI), bocha (DA/1cancha, DF CAD/2 canchas, DV/2 canchas, DI/2 canchas e PC e DF AND/2 canchas), goalball, atletismo, tênis de mesa, xadrez, natação e ciclismo.

     Destas, o atletismo tem o maior número de inscritos, cerca de 739 paratletas, correspondendo por 40% do total de competidores dos jogos. Em segundo lugar vem a bocha, com suas subdivisões de acordo com o grau de deficiência, com 293 participantes, seguido pelo futsal, com 161 inscritos.

     Anfitriões

     “A emoção de quem assiste e a superação de quem compete é a principal marca dos Parajasc. É uma característica única destes jogos que, com certeza, poderá ser conferida nessa edição” comentou o secretário anfitrião de Cultura Esporte e Lazer, Augustinho Ferrari.

     Jaraguá do Sul participa com 61 atletas, que disputam 16 modalidades com 14 equipes em diversos segmentos e naipes.  Na fase de preparação os jaraguaenses realizaram seus treinamentos na Apae, Arweg (bocha DI), Baependi (atletismo DI), na Sociedade Acaraí (natação DI e DF) e no Centro Esportivo Municipal Murillo Barreto de Azevedo (atletismo DF).

     Em 2017, Jaraguá do Sul conquistou 39 medalhas nos Parajasc de Criciúma. Boa parte delas vindas do atletismo tanto no masculino como no feminino, sendo 11 de ouro, 13 de prata e nove de bronze. A modalidade também rendeu aos jaraguaenses três troféus de campeões no atletismo masculino (DI), bocha feminina (DI) e na natação feminina (DF).

     Dois personagens deste bom desempenho de Jaraguá do Sul do atletismo são os jovens Felipe Santos e Vinicius da Silva. O primeiro irá disputar s 100, 200 metros rasos, além do salto em distância. Já Silva também disputa os 100 e 200 metros além do arremesso de peso.

     Medalhista em sua sexta edição de Parajasc, Felipe já ensaia, bem-humorado, a pose de raio ao estilo Usain Bolt, caso conquiste medalhas em casa. “Vontade não falta para esses dois”, sorri o treinador da dupla, o professor Arthur Doehl.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here